Professor do CE analisa os desafios pedagógicos em tempos de pandemia

O que a pandemia interpela a professores e professoras, este é o título do livro eletrônico lançado recentemente, em edição independente, pelo professor Alessandro Augusto de Azevedo, do Centro de Educação da UFRN (CE).

De acordo com o professor, o trabalho busca lançar luz à compreensão da pandemia causada pelo novo coronavírus, a covid-19, como resultado de uma determinada forma de relacionamento da humanidade consigo mesma e com a natureza. Além do mais, também há a proposição de pensar nos desafios pedagógicos que ela suscita. A partir disso, surgiu a ideia pela qual o autor se propõe a discutir no livro.

O conteúdo do trabalho estabelece um diálogo preferencial com professores das redes de educação básica, mas também abre um universo de questões que atende às inquietações de outros segmentos sociais.

Sobre o distanciamento físico decorrente da pandemia, o professor ressalta no seu livro a necessidade de manter os processos pedagógicos “vivos”. “O que antes era contingencial, agora emerge como imprescindível e estratégico, de tal modo que os laços com o(a)s educando(a)s precisam ser restabelecidos, sob novo formato”, explica.

A publicação pode ser baixada gratuitamente aqui ou neste link.

Alessandro Augusto de Azevêdo é professor do Centro de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e integrante do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRN. Seu campo de estudo é voltado à educação popular, educação de pessoas jovens e adultas, educação do campo, currículo, movimentos sociais e práticas culturais.

Fonte: Agecom/UFRN.