UFRN inaugura Central de Empresas Juniores

Cícero Oliveira

A UFRN inaugurou nesta segunda-feira, 16, a Central de Empresa Juniores em uma sala localizada no Centro de Convivência do campus central. O espaço conta com estrutura básica para facilitar o acesso da sociedade aos serviços oferecidos pelos jovens empreendedores. A solenidade de descerramento da placa contou com as presenças do reitor José Daniel Diniz, do vice-reitor Hênio Ferreira de Miranda, do pró-reitor de Extensão (Proex), Aldo Dantas, do pró-reitor adjunto da Proex, Edvaldo Vasconcelos, do coordenador da Coordenadoria de Desenvolvimento e Empreendedorismo da UFRN, Celso Donizete, do coordenador da  Central de Empresas Juniores da UFRN, Kleber Cavalcante de Souza e do representante da RN Júnior, Paulo Arthur Araújo.

A Central de Empresas Juniores existe na UFRN desde 2008. Atualmente, conta com 30 empresas ativas, 700 alunos e pelo menos 45 professores. Uma Empresa Juniores é uma uma associação sem fins lucrativos, formada por alunos de determinado curso, com a tutoria de um professor, que atua em diversas atividades de negócios ligadas à sua formação acadêmica. As empresas ligada à UFRN são consideras as melhores no Norte e Nordeste, com diversos cases de sucessos de alunos que construíram negócios fortes no mercado ou foram agregados à equipes de grande empresas de porte.

Para o reitor José Daniel Diniz, os estudantes que passam por essa experiências de formação extra-curricular têm importante ganho na formação de pessoas com maior capacidade de contribuir de imediato para a sociedade. “O campo de atuação profissional hoje, nas mais diversas áreas, busca profissionais que tenham determinadas habilidades que não são obtidas somente num curso com as disciplinas, como relacionamento interpessoal, capacidade de liderança e comunicação, que são muito praticadas com estudantes ligados às Empresas Juniores”, enfatizou o reitor.

Segundo ele, é preciso reconhecer e fortalecer essas iniciativas. “A estrutura dos cursos precisa ser sempre modernizada e precisamos estar atentos à formação de pessoas que possam contribuir cada vez mais com o desenvolvimento social”, reforçou, destacando a importância no novo espaço inaugurado. “Nesse momento, para dar mais um passo de apoio ao que os estudantes vêm desenvolvendo, essa Central vai facilitar para que a sociedade possa procurar a Universidade e ter um ponto de referência para contactar as Empresas Juniores.

Kleber Cavalcante acredita que o novo local facilitará para que a comunidade acadêmica e o público externo conheçam melhor o trabalho das empresas juniores. “Nesse mundo de transformação, de falta de emprego, quando conseguimos fazer nosso aluno empreendedor, já a partir do 1º período, estar no mercado, convivendo com empresas, sabendo o que é preço e como negociar, faz dele muito mais profissional e com capacidade de enfrentar qualquer desafio”, reforça o coordenador.

Um caso entre tantos

Com 28 anos de atividades, a ADM Consult foi a primeira empresa juniores criada na UFRN. Para Alyne Aquino, estudante de Administração e sua atual diretora administrativo-financeira, esse projeto só começou a existir no início do ano passado, quando lhe foi apresentado durante a Semana de Integração.

“Fiquei interessada, mais por questão de sair do comodismo, por curiosidade. Queria colocar na prática tudo aquilo que eu já tinha aprendido. Me inscrevi no processo seletivo, passei um tempo como treinee, fui aprovada no processo e passei o ano todo como consultora e analista da parte financeira. Fui descobrindo novas coisas que gostava de fazer e hoje consegui chegar ao cargo da diretoria”, relata.

Formada por estudantes de Administração, a ADM faz consultoria nas cinco áreas de Administração, considerando marketing, financeiro, processos, estratégia e a parte de recrutamento e seleção de pessoas. Seus serviços são oferecidos para todo o mercado potiguar e a outras cidades do Brasil. Qualquer aluno dessa área pode fazer parte da empresa desde o primeiro período, precisando apenas ficar atentos aos processos seletivos, divulgados todo início de semestre.

Fonte: Agecom/UFRN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco + onze =