UFRN incentiva medidas de prevenção ao coronavírus

Foto: Cícero Oliveira

Atento aos casos de coronavírus (Covid-19) que estão sendo registrados no Brasil e no mundo, o reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, reuniu-se na tarde dessa terça-feira, 10, com representantes da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp) e do Centro de Ciências da Saúde (CCS), para discutir as principais medidas preventivas que devem ser adotadas na instituição, como o estímulo à lavagem regular das mãos e o uso do álcool em gel.

Cumprindo com sua missão social, a UFRN participou da elaboração do Protocolo Clínico para Manejo de Pacientes do estado e promoveu aula aberta para comunidade universitária, no início de fevereiro. Já na reunião dessa terça, o reitor Daniel Diniz explicou que o objetivo foi analisar os procedimentos internos para evitar o coronavírus.

Nessa perspectiva, o perito médico da UFRN e pneumologista, Renan Laurindo Dantas dos Santos, tranquilizou a gestão universitária explicando que, neste momento, não há necessidade de isolamento de pessoas que não apresentem sintomas. “A vida deve seguir normal, tomando cuidados preventivos básicos, como a higiene regular das mãos”, esclareceu o médico.

Outra medida preventiva sugerida foi que os membros da comunidade acadêmica posterguem as viagens para as zonas de risco, como a China, Itália e Coreia do Sul, que são os países com maior número de casos confirmados, segundo o site do Ministério da Saúde (MS). Clique aqui para conferir os números de casos registrados no Brasil e no mundo.

O pneumologista Renan dos Santos apresentou ainda o Fluxograma de Atendimento Médico para os Casos Suspeitos de Coronavírus no Pronto Atendimento da Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor (DAS), o qual traz orientações para a triagem de casos suspeitos. Participaram também do encontro o vice-reitor Henio Miranda, a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Mirian Dantas, o diretor da DAS, Benedito Braz Baracho, e o diretor do CCS, Antônio de Lisboa Lopes Costa.

Coronavírus: sintomas e prevenção

O coronavírus é um vírus que causa infecções respiratórias e teve seu novo agente descoberto em 31 de dezembro de 2019, após casos registrados na China, quando passou a ser denominado de Covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, as investigações sobre as formas de transmissão da doença ainda estão em andamento. Contudo, neste momento, sabe-se que a disseminação ocorre de pessoa para pessoa pelo ar ou por contato com as secreções contaminadas (saliva, espirro, tosse, catarro). Os principais sintomas são semelhantes a um resfriado, podendo causar infecção do trato respiratório, como as pneumonias – febre, tosse, dificuldade para respirar.

Os casos graves da doença devem ser encaminhados aos hospitais de referência. No RN, as unidades hospitalares são o Hospital Giselda Trigueiro (Natal), Hospital Maria Alice Fernandes (Natal) e o Hospital Rafael Fernandes (Mossoró). Já os casos suspeitos leves podem não necessitar de hospitalização, sendo acompanhados pela Atenção Primária e instituídas medidas de precaução domiciliar, conforme avaliação médica.

A prevenção é baseada em cuidados básicos como:

– Lavar bem as mãos frequentemente com água e sabonete ou usar desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: Agecom/UFRN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 20 =