UFRN oferece serviço teleatendimento nutricional durante pandemia

Ser atendido por nutricionistas sem precisar sair de casa. Agora isso é possível por meio do Teleatendimento em Nutrição. O serviço está disponível durante o período de pandemia de covid-19 e permite fazer consultas de forma remota, como por meio de chamada de vídeo. Os interessados podem entrar em contato de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e de 13h às 17h, pelo telefone  (84) 99229 6458 ou pelo e-mail: ufrnnutricao@gmail.com.

Trata-se de um serviço oferecido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), por meio do Centro de Ciências da Saúde (CCS), do Departamento de Nutrição (Dnut) e do Núcleo Integrado de Atendimento Nutricional (NIAN). O Teleatendimento em Nutrição está disponível para a comunidade interna e externa à UFRN.

Em tempos de pandemia de covid-19, a recomendação geral é para que as pessoas fiquem em casa. O isolamento social é uma medida que visa reduzir circulação do agente causador da doença, o novo coronavírus, e consequentemente diminuir o número de novos casos de covid-19. Mas permanecer em casa, obedecendo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde (MS), tem significado para uma parcela da população o comprometimento de sua saúde.

Esse tem sido o caso de muitos portadores de doenças crônicas como diabetes, hipertensão ou daquelas pessoas que sofrem os efeitos da obesidade e que precisam de acompanhamento nutricional. Sem poder ter acesso a orientações especializadas, pois clínicas e consultórios estão temporariamente fechados e também para não ter que sair de casa e se expor à contaminação pelo novo coronavírus, essas pessoas ficaram sem poder obter atendimento profissional. Daí a necessidade de implementar um serviço de teleatendimento em Nutrição, em conformidade com as normativas do Conselho Federal de Nutrição que autorizou as consultas online nesse contexto de pandemia de covid-19.

Por isso, o serviço está sendo prestado de forma remota por nutricionistas do Núcleo Integrado de Atendimento Nutricional (NIAN), onde são realizadas atividades de ensino, extensão e pesquisa, além de atendimento nutricional à população em geral. De acordo com a coordenadora do NIAN, professora Sancha Helena, a demanda por esse acompanhamento tem sido maior entre as pessoas com doenças crônicas, como hipertensos, diabéticos, entre outros, mas as consultas também contemplam outras condições clínicas. Portanto, é importante entrar em contato com a equipe de nutricionistas para fazer uma avaliação.

Fonte: Agecom/UFRN.