UFRN participa de campanha de arrecadação para sistema prisional do RN

Diante da pandemia da Covid-19, o grupo de pesquisa Violência, Trabalho e Ilegalismo, vinculado ao Departamento de Políticas Públicas e ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Urbanos e Regionais da UFRN, e o Motyrum penitenciário, ambos da UFRN, estão participando de uma campanha para arrecadação de materiais de limpeza e higiene pessoal para o sistema prisional do Rio Grande do Norte. A ação é realizada em parceria com diversas organizações da sociedade civil do estado. Os pontos de coleta estão instalados na Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), localizada no Centro Administrativo do Estado, e a Arquidiocese de Natal, nas Rocas. 

Os produtos recomendados para doação na campanha são: sabonete, álcool 70%, álcool em gel 70%, desinfetante, detergente e água sanitária. Na Sesap, a entrega deve ser feita das 8h30 às 18h, e na Arquidiocese, das 8h às 12h, da segunda a sexta-feira.

Por se tratar de um problema de saúde pública, a pandemia do coronavírus deve ser combatida em toda a sociedade. Para os organizadores da campanha, essa questão é mais acentuada no sistema prisional, onde a população encarcerada já possui uma condição de vulnerabilidade maior, por estar em um ambiente fechado e com muitas pessoas.

Dessa forma, o risco de contágio e transmissão pode ser aumentado, o que pode levar a proliferação do vírus também para policiais, agentes penitenciários, profissionais dos hospitais prisionais e suas famílias e a comunidade como um todo. 

Entre os meios de prevenção da Covid-19 está a adoção e reforço nas medidas de higiene e limpeza de ambientes e pessoas, daí a relevância da campanha. O Rio Grande do Norte possui uma população carcerária de cerca de 10 mil internos, distribuídos em 17 unidades prisionais.  

Fonte: Agecom/UFRN.