UFRN recebe sugestões para práticas educacionais inovadoras

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebe, até 6 de maio, as respostas de estudantes e professores da instituição ao questionário encaminhado pela comissão instalada na última segunda-feira, 27, para propor iniciativas de práticas educacionais inovadoras. A ação tem como objetivo traçar um diagnóstico, baseado nas sugestões da comunidade acadêmica, para subsidiar os estudos da comissão.

Indicador do Plano de Gestão 2019-2023 da UFRN, as práticas educacionais inovadoras poderão contribuir para atender às demandas excepcionais decorrentes da suspensão das atividades como medida de combate ao novo coronavírus (Covid-19). De acordo com o vice-reitor da UFRN e presidente da comissão, Henio Ferreira de Miranda, espera-se que o trabalho resulte em uma proposta de ações que serão colocadas em prática no retorno das atividades, como forma de proporcionar as ferramentas adequadas para o momento.

O secretário de Gestão de Projetos da UFRN e também integrante da comissão, André Gurgel, explica que a participação da comunidade acadêmica é importante para proporcionar uma amostra mais representativa do contexto da instituição. “Quanto mais pessoas responderem aos questionários, apresentando sugestões e opiniões, mais teremos noção da nossa realidade. Pedimos a colaboração de todos os docentes e discentes na efetivação desse trabalho, cuja proposta será executada quando retornarmos às atividades presenciais. Dessa forma, poderemos garantir que as medidas adotadas sejam viáveis para todos os estudantes”, ressalta.

A comissão para propor iniciativas de práticas educacionais inovadoras conta com 11 integrantes de diferentes setores da UFRN, que terão 60 dias para concluir o estudo. O grupo recebe auxílio da Secretaria de Gestão de Projetos (SGP/UFRN) na construção do projeto e na condução dos trabalhos.

Os questionários foram enviados por e-mail e também podem ser respondidos neste link para estudantes e neste link para professores.

Fonte: Ascom/Reitoria.